• Leandro Fernandes

3 perguntas que todo mundo deveria se fazer antes de abrir seu próprio negócio

Por conta do alto índice de desemprego, temos visto muitas pessoas utilizando até mesmo o valor proveniente de suas rescisões trabalhistas para empreender.


Com isso em mente, listamos algumas questões importantes que devem ser levadas em consideração antes de se colocar em prática o desejo de abrir um negócio próprio.


É muito comum que em algum momento da vida a gente pare pra pensar sobre o lado bom de ser dono do próprio negócio: "não ter que bater metas" ou "não ter que prestar contas ao patrão", sem dúvidas são vantagens que causam inveja em muita gente que desconhece o desafio de ter que lutar diariamente para conquistar espaço em meio a tanta concorrência.


Um grave problema é causado pelas pessoas que baseiam as suas decisões apenas em opiniões e ideias de conhecidos e amigos sobre que tipo de negócio devem investir.


É importante lembrar que o próprio fato de abrir um negócio por necessidade imediata de uma renda contínua pode ser um "tiro no pé".


Mas, se o sonho de se tornar um empreendedor é real e você não vê a hora de colocar em prática os "aprendizados" absorvidos em realities tipo O Sócio ou Shark Tank Brasil, abaixo listamos algumas dicas que são bastante relevantes para quem deseja abrir um negócio:



1. A decisão de empreender surgiu por vontade própria ou por necessidade?


Quando decidimos investir em um negócio, muitos podem pensar apenas no risco financeiro e acabam não levando em consideração o nosso bem mais precioso: o tempo.


Ter a certeza de que trabalhar por conta própria é um desejo e não apenas uma necessidade pontual motivada por algum fator externo como o desemprego, por exemplo, poderá ser um grande diferencial na hora de enfrentar as primeiras dificuldades nesse novo desafio.


Muitos empreendedores acabam desistindo de seus negócios não por falta de recursos, mas por desinteresse, dificuldade no relacionamento com funcionários ou fornecedores ou por conseguirem voltar para o mercado de trabalho - o que faz com que o capital que poderia estar investido em opções mais conservadoras seja desperdiçado.



2. Como decidir em que tipo de segmento investir?


Em qualquer curso de administração ou marketing somos instruídos de que antes de investir devemos pesquisar!


A pesquisa de mercado é importante pois dimensiona e valida a decisão de investir ou não em um determinado segmento de negócio.


Não é porque a academia da cidade vizinha faz sucesso que a sua academia mesmo sendo a primeira na sua cidade também fará.

ajuda aos novos empreendedores
Empreendedores de verdade nunca negam ajuda!

Um exemplo prático de como é possível pesquisar sobre um determinado segmento é a pesquisa sobre o funcionamento de uma franquia, tendo em vista que já são negócios validados pelo mercado.


Por exemplo, se deseja abrir uma hamburgueria é importante observar e aprender sobre como funcionam os processos de produção nas franquias de fast-food, como seus funcionários atendem, como contratam fornecedores ou como fazem para atrair mais clientes.



Muitos empreendedores podem dar informações preciosas simplesmente por ficarem orgulhosos em poder ajudar aqueles que estão interessados em seu trabalho.


3. Se a sua ideia de negócio for uma "novidade", ela não existe por quê?


Se você pensa que inovação é só coisa de tecnologia, você pode estar enganado. Uns dos significados da palavra inovar são "modernizar, mudar e alterar", e por isso, é possível "inovar" com lojas de conveniência, comércios locais ou prestação de serviços.


Investir em um negócio que não existe na sua cidade é uma maneira de "mudar" a maneira como as pessoas consomem determinado produto ou serviço. E isso sem dúvidas se chama inovação.


Absorver ideias de negócios em outros países ou outras regiões e implementar em sua região com certeza é algo muito interessante, e, para ajudar a ter certeza de que o negócio é de fato relevante, não devemos deixar de fazer a seguinte reflexão: se esse negócio não existe, é porque de fato é uma novidade ou não é uma necessidade?


Se comprovadamente a ideia for uma novidade, é totalmente relevante saber como essa necessidade é substituída hoje.


Por exemplo: se tivesse a ideia de abrir uma loja de artigos esportivos porque não existe nenhuma em seu bairro, seria importante conhecer como os consumidores adquirem esses produtos hoje em dia e se comprovadamente eles precisam desse tipo de produto.


Muitas vezes as respostas podem até não ser conclusivas, mas sem dúvidas dão uma boa noção para definir um melhor caminho para que seu negócio tenha mais chances de dar certo!


Esperamos que essas dicas possam de alguma maneira contribuir para que futuros empreendedores estejam mais certos de seus objetivos


Caso tenha dúvidas sobre marketing e empreendedorismo, fique a vontade em falar com a gente, pois teremos o maior prazer em ajudar... afinal de contas, perguntar não custa nada!!!


Quer saber mais sobre marketing para pequenos negócios e influência digital?

É só acompanhar nossas redes sociais que vem muito conteúdo bom por aí...